Central de Negócios em Cianorte

Central de Negócios em Cianorte

Modelo reúne empresários que atuam no segmento de confecção e incentiva os gestores a trabalharem ações em conjunto; interessados em integrar o grupo devem procurar o sindicato

Cianorte

O Sebrae/PR, o Arranjo Produtivo Local (APL) do Vestuário Cianorte/Maringá e o Sindicato das Indústrias do Vestuário de Cianorte (Sinvest) organizaram, no primeiro semestre deste ano, a primeira Central de Negócios do Vestuário de Cianorte. A iniciativa, que já está em funcionamento, conta com oito empresas do segmento de confecção.

A experiência associativista é fruto da capacitação Cult Líder – Cultura da Liderança, do Sebrae/PR, que foi realizada em Cianorte, em maio e junho de 2012. Participaram do treinamento empresários do setor de confecção e representantes do APL do Vestuário Cianorte/Maringá.

De acordo com o consultor do Sebrae/PR, Élvio Saito, e gestor do Projeto Polo do Vestuário no Noroeste do Paraná, a capacitação teve o objetivo de estimular, estrategicamente, mudanças de atitudes e comportamentos nos participantes a fim de fortalecer as lideranças e a competitividade do setor. “A ideia é que essas pessoas atuem como agentes de transformação”, ressalta.

Élvio Saito acrescenta que a capacitação levou os participantes a compreenderem as características da liderança compartilhada, empreendedora e transformadora. “Com isso, perceberam que ações conjuntas são benéficas para o fortalecimento do setor. Isso foi fundamental para colocar em prática a ideia da Central de Negócios”, enfatiza o consultor.

A partir do conteúdo da capacitação, os gestores começaram a articular reuniões que resultaram na organização da Central de Negócios. Élvio Saito esclarece que esta foi uma decisão inteligente, porque a cooperação e o associativismo impulsionam a competitividade de micro e pequenas empresas que atuam no mesmo segmento.

“Esta é uma alternativa viável para reduzir custos e aumentar o volume de negócios gerados. Por isso, prestamos orientações ao grupo e apresentamos a metodologia desenvolvida pela entidade, que é aplicada nacionalmente para auxiliar a formação desses grupos empresariais”, informa o consultor do Sebrae/PR.

Vantagens

Também empenhado em prestar suporte à Central de Negócios, Wellington Ivan Mesti, representante do Sinvest, diz que a primeira ação realizada pelo grupo foi a compra de itens administrativos, como café e papel. “Nessa primeira tentativa conjunta, conseguimos uma economia de 20%. Estamos otimistas e, agora, vamos prospectar compra de tecidos e outros materiais que são essenciais para o setor de confecção”, comemora.

A partir desse início positivo, Wellington Mesti afirma que já surgiram empresas interessadas em ingressar na Central de Negócios. “A expectativa é de que o grupo seja ampliado para conseguirmos cada vez mais benefícios, como compras e vendas em conjunto, contratação de serviços especializados, ações de marketing, entre outras ações que permitam ganhos em escala para os micro e pequenos negócios”, enfatiza.

O vice-coordenador do APL do Vestuário Cianorte/Maringá, Oséias Gimenes, que também é empresário participante da Central de Negócios, reforça que o treinamento Cult Líder, do Sebrae/PR, contribuiu significativamente para estreitar o relacionamento entre os empresários do mesmo setor, permitindo a formação do grupo na prática.

“Faz tempo que os representantes do APL do Vestuário pensam em unir o setor para fomentar o desenvolvimento. Durante a capacitação, os gestores ‘compraram’ essa ideia e se motivaram a formar a Central de Negócios”, salienta.

Com a Central de Negócios organizada, Oséias Gimenes adianta que o objetivo é conquistar mais poder de negociação e, para isso, também pretendem expandir o grupo incluindo a participação de empresários de Maringá. “Esses dois municípios têm força no segmento de confecção e, se unido, o setor terá muito mais potencial econômico”, frisa.

Atualmente, o APL do Vestuário Cianorte/Maringá conta com mais de 2 mil empresas associadas, que geram em torno de 100 mil empregos diretos e indiretos. Ao todo, a produção gira em torno de 13 milhões de peças/mês, rendendo faturamento mensal de R$ 200 milhões.

Para participar

Empresários da cadeia produtiva do setor de confecção - como facção, estamparia, etiquetas e lavanderia - que tiverem interesse em integrar a Central de Negócios podem entrar em contato com o Sinvest pelo telefone (44) 3629-1957. Os contatos são Wellington e Alessandro. Mais informações também podem ser obtidas no Sebrae/PR, no (44) 3220-3474.

Troca de experiências

Em setembro, o Paraná vai sediar o 3º Encontro Nacional de Redes e Centrais de Negócios, promovido pelo Sebrae/PR. O evento será realizado em Foz do Iguaçu, no oeste do Estado. A participação de centrais de negócios, de todo o País, é fundamental para ampliar o debate sobre como acontece a gestão desse modelo de negócio.

No Paraná, de acordo com um levantamento realizado pelo Sebrae/PR, há cerca de 60 centrais de negócios em operação. Dessas, 19 foram implantadas com o apoio do Sebrae/PR.

Sobre o Sebrae/PR

O Sebrae/PR - Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná é uma instituição sem fins lucrativos criada para dar apoio aos empresários de micro e pequenas empresas e aos empreendedores interessados em abrir o próprio negócio. No Brasil, são 27 unidades e 800 postos de atendimentos espalhados de norte a sul. No Paraná, cinco regionais e 11 escritórios. A entidade chega aos 399 municípios do Estado por meio de atendimento itinerante, pontos de atendimento e de parceiros como associações, sindicatos, cooperativas, órgãos públicos e privados. O Sebrae/PR oferece palestras, orientações, capacitações, treinamentos, projetos, programas e soluções empresariais, com foco em empreendedorismo, setores estratégicos, políticas públicas, tecnologia e inovação, orientação ao crédito, acesso ao mercado, internacionalização, redes de cooperação e programas de lideranças.

0 comentários para "Central de Negócios em Cianorte"
Deixe seu comentário
Nome*:
Email*: (não divulgado)
Website:
Comentário*: